Fazer a retenção de talentos é uma das maiores obrigações de qualquer empresa, afinal, apenas com pessoas realmente competentes é possível atingir os objetivos desejados. Além disso, talentos são mais produtivos, comprometidos e atraem outros talentos.

Contudo, não pense que retê-los é uma tarefa fácil. É preciso empenho, criatividade e uma boa liderança. Questões como melhoria da comunicação interna, valorização do indivíduo e senso de meritocracia devem ser integradas à organização.

Pensando nisso, elaboramos um artigo para você. Hoje, você vai conhecer 5 dicas para fazer retenção de talentos de forma prática e eficaz. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

1. Seja um gestor exemplar no que faz

O exemplo diário é uma das formas mais eficazes de manter pessoas acima da média, afinal, muitos pedem demissão do seu chefe, e não da empresa. Por essa razão, é preciso ser o exemplo que deseja ver nos colaboradores, abraçando os valores da empresa e entregando resultados.

Antigos jargões como “faça o que eu falo, não o que eu faço” são cada vez menos eficazes, especialmente na gestão de talentos. É preciso lembrar que estes profissionais possuem sempre outras possibilidades de trabalho, e vão aceitá-las se não forem bem tratados.

2. Melhore a comunicação na empresa

O diálogo dentro da empresa tem um grande peso no clima de trabalho, na fluidez dos processos e até na prevenção de acidentes. Tudo isso impacta a experiência do talento dentro da empresa e, por consequência, sua retenção. Então, é importante investir no diálogo.

Uma ótima dica é implementar novos canais que facilitem a fluidez da mensagem, de forma ascendente e descendente. Como exemplo, é possível destacar: murais de recados, aplicativos mobile e sistemas especializados. Escolha o que mais combina com o perfil dos talentos.

3. Desenvolva um plano de carreira sólido

Apesar de hoje algumas pessoas contestarem a eficácia do plano de cargos e salários, é possível afirmar que ele ainda é uma das ferramentas mais usadas para a retenção. Um bom plano oferece uma perspectiva de crescimento aos talentos, fazendo-os querer continuar na empresa e abraçar novos desafios. Por essa razão, é importante investir no assunto.

4. Construa um forte senso de meritocracia

A meritocracia é o fazer por merecer, isto é, recompensar as pessoas pelos resultados apresentados, e não por questões de proximidade ou afinidade. Sem dúvida, a meritocracia é um dos fatores mais eficazes na retenção, além de contribuir para a motivação.

É possível definir as mais variadas recompensas, financeiras ou não-financeiras. Aliás, atualmente, pode-se falar em recompensas inovadoras: um dia de folga remunerada, almoço com acompanhante e uma vaga exclusiva na garagem da empresa, por exemplo.

5. Invista no aprimoramento dos talentos

O investimento em programas de treinamento e desenvolvimento também devem fazer parte da estratégia de retenção, afinal, só assim é possível desenvolver continuamente os colaboradores. Isso também demonstra que valoriza os funcionários e deseja ver o crescimento deles.

Atualmente, é possível falar nos mais diversos meios para capacitação. Além dos treinamentos presenciais tradicionalmente usados, é possível falar em: cursos à distância, mentorias online, jogos empresariais e universidades corporativas (geralmente presente em grandes empresas).

Veja, agora você está por dentro do assunto. Ao aplicar as dicas aqui citadas será possível demonstrar que valoriza os profissionais e preza pelo crescimento deles. Como consequência, otimizará a retenção de talentos e os resultados do negócio em geral.

Gostou do conteúdo? Aproveite para assinar nossa newsletter e receber nossas novidades diretamente em seu e-mail. Vamos lá!